Implante bilateral / Bilateral implant

Como várias pessoas sabem, vou passar por uma cirurgia para conseguir meu 2º implante coclear essa semana. Alguns têm me perguntado “por que (você quer um 2º implante)?”.

A resposta é a mais simples possível: para ouvir mais e melhor. Mais porque dessa vez vou ser implantado no outro ouvido, o que significa que após a ativação não vou mais ouvir só por um deles, mas pelos dois como a maioria de vocês. E melhor porque a tecnologia melhorou muito desde meu 1º implante – quase 10 anos atrás –, então o novo modelo tem uma performance muito melhor que meu antigo.

Eu sei que “cirurgia” e “implante coclear” são palavras poderosas. A primeira nos leva a pensar em uma situação de risco, enquanto a segunda é um assunto polêmico.

O implante coclear (IC) pode trazer efeitos colaterais. Um deles é a destruição da audição residual, mas já que o IC é recomendado para pessoas cuja audição é zero ou perto disso, não há nada a perder nessa altura do campeonato. Porém, os benefícios com o IC superam em muito os efeitos colaterais, na minha opinião. O mais notável é a melhora da comunicação para a maioria dos usuários, seja por ouvir ou pela leitura labial (o IC ajuda na leitura labial). Para se inteirar de possíveis benefícios e efeitos colaterais advindos do implante, confira esse link: http://www.politecsaude.com.br/produtos/limitacoes-e-riscos/262/

É polêmico porque dizem que recupera totalmente a audição. Bem, pode recuperar, mas depende de muitos fatores. Primeiro, o paciente tem que obedecer ao critério para ser candidato ao IC (normalmente perda profunda bilateral neurossensorial sem ganho com aparelhos). Segundo, quanto mais cedo melhor, por isso que tantos bebês têm sido implantados. Terceiro, esforçar-se nas sessões com a fonoaudióloga e em casa, o que significa apoio familiar, empenho do paciente e profissionais qualificados. Resumindo, requer esforço, informação e dinheiro (a menos que o SUS cubra). Como devem ter percebido, não são muitos os que conseguem satisfazer todos os fatores, por isso o ganho dos usuários com o implante varia de nulo a excelente.

E quanto ao meu caso? Os médicos perceberam que eu tava perdendo a audição com 2 anos e meio; comecei a usar aparelhos dos 3 até os 15 anos, quando coloquei o primeiro IC. O fato de eu ter memória auditiva + implante “tardio” (de novo, quanto mais cedo melhor) + nervos auditivos estimulados + fonoaudiólogas + apoio familiar e escolar resultaram em uma boa performance auditiva. Sou capaz de entender uma grande parte da população (em português) se eu estiver olhando para os lábios do locutor. Usando a informação labial e também sonora, monto um quebra-cabeça mental e entendo o que foi dito. Consigo conversar com algumas pessoas no telefone, mas elas têm que repetir de uma a três vezes para que eu capte a mensagem. Por tudo de bom que o IC me proporciona, eu sou eternamente grato.

Isso não é algo que só eu experimento, mas vários usuários do IC. Nosso mundo tem uma riqueza de sons incrível e gostaria/mos de compreender o que ele tem a dizer. Não importa se for um som bom ou ruim, tudo que escuto é uma dádiva.

Então, para finalizar, vamos lá! Implante bilateral, tô chegando!

————————

As some people know, I am going through my 2nd cochlear implant surgery this week. Some people have been asking me “why (are you going to get a 2nd cochlear implant)?”.

The answer is the simplest possible: to hear more and better. More because this time my other ear will get the implant, so from the activation on I will hear no more just from one ear, but from two ears like most of you. And better because technology has improved a lot since I got my 1st implant – almost 10 years ago –, so the new model has a much better performance than my ancient one.

I know that “surgery” and “cochlear implant” are powerful words. The first one guides our memory to a risky situation, while the latter is a controversial issue.

The cochlear implant (CI) can bring side effects. One of them is the destruction of the residual hearing, but since the CI is recommended for people whose hearing skills are zero or near it, there’s nothing to lose at this point. However, the benefits of the CI surpass from far the side effects, in my opinion. The most notable one is the improvement of the communication for most of the users, whether by hearing or by lip-reading (the CI helps to lip-read). To be aware of possible benefits and side effects coming from the implant, check this link: http://www.fda.gov/MedicalDevices/ProductsandMedicalProcedures/ImplantsandProsthetics/CochlearImplants/ucm062843.htm

It’s controversial because it’s said it restores fully the hearing. Well, it can, but it requires a combination of a lot of factors. First, you have to meet the criteria to be an applicant for the CI (bilateral profound neurosensorial hearing loss with no gain from the hearing aids usually). Second, the earlier the better, that’s why so many babies have been implanted nowadays. Third, work hard on the phonoaudiologist’s sessions and at home, meaning family support, effort from the patient and qualified professionals. Making it short, it requires effort, information and money (unless the government pays it for you here in Brazil). As you have probably noticed, not many can satisfy all the factors, hence the performance of CI users vary from no change to outstanding.

How about my case? Doctors found out I was losing my hearing skills when I was 2,5 years old; I started to use hearing aids from 3 to 15 yo, when I first got a CI. The fact that I have a hearing memory + got implanted “late in life” (again, the earlier, the better) + hearing nerves stimulated + phonoaudiologists + family and school support resulted in a good hearing performance. By that, I mean that I can understand mostly everyone (in Portuguese) if I am looking to the talker’s lips, using the lip-reading and the sound information together. I can understand some people on the phone, but they have to repeat once to three times so that I can get it. For all the good that the CI brings to my life, I am forevermore thankful.

This is not only what I have experienced, but many of the CI users. Our world is rich of sounds and we/I wanna be able to understand what it has to say. It doesn’t matter if it’s a good or bad sound, every sound heard is a treasure.

So, to finish this text, I say, bring it on! Bilateral implant, here I come!

Advertisements
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

2 Responses to Implante bilateral / Bilateral implant

  1. Ida says:

    Vamos nós, porque compartilho essa dádiva contigo!

  2. Bruna Rocha Silveira says:

    Olá Guilherme, deu tudo certo? Ligando nomes e fatos lá no blog da Lak, descobri que tu és meu colega na disciplina da Adri, na UFRGS. Fiquei muito feliz quando ela disse, na semana passada, que tu não estavas por conta do implante bilateral. Estou na torcida! Bjs

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s